Pesquisar

Malta, rodeada de água e à procura dela

Malta é o mais pequeno país da União Europeia e o que tem maiores problemas de escassez de água potável. Para ajudar a resolver o problema, fundos europeus são aplicados, não apenas na dessalinização da água do mar, como em projetos de saneamento básico e apoio à agricultura.

A localização de Malta, em pleno Mediterrâneo, permitiu a presença de vários povos no seu território, ao longo da História. Por lá passaram fenícios, gregos e romanos, árabes, normandos, espanhóis, franceses e britânicos, sendo que destes últimos só conseguiram tornar-se independentes em 1964. É membro da União Europeia (UE) desde 2004. É uma economia que vive de importações. Só produz cerca de 20 por cento dos seus alimentos e não produz qualquer tipo de energia. Os têxtéis, além do turismo, são a sua grande fonte de rendimento.

Estamos habituados às imagens de praias turquesa do mar que banha as ilhas que compõem este arquipélago que atrai, todos os anos, cerca de dois milhões de turistas. Mas o facto é que em Malta, onde residem de forma permanente 430 mil pessoas, poderia aplicar-se a expressão “morrer de sede à beira do mar”. Não há rios, nem lagoas, e ainda por cima chove muito pouco, neste país situado entre a Europa, o Norte de África e o Médio Oriente.

Os malteses procuram em permanência novas soluções para melhorarem a qualidade da água potável e as infraestruturas de saneamento básico. Nesse sentido, a UE apoia vários projetos por todo o país. Fábricas de dessalinização de água do mar, acompanhando novas tecnologias de purificação, melhoramento da rede hídrica de distribuição e tratamento de águas residuais para apoio à agricultura. O saneamento básico é outro grande problema – parte do país ainda usa fossas sépticas.

Ficha Técnica

  • Título: De Lisboa a Estocolmo - episódio 1
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Rebecca Abecassis / Rui Violante
  • Produção: RTP
  • Ano: 2021

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui