Pesquisar

Novo clima: uma questão de recursos e de consciência

A Finlândia estabeleceu 2035 para a meta da neutralidade carbónica, enquanto a União Europeia se propõe alcançá-la até 2050. Díficil? Sem dúvida, mas os finlandeses acreditam no trabalho em conjunto para a alteração dos padrões de consumo energético. A floresta, que cobre dois terços do país, fornece a matéria prima de excelência para muitas das mudanças em curso.

Consciência climática, recursos locais e sustentáveis e trabalho em conjunto de empresários, organismos públicos e população. São os ingredientes finlandeses para a meta de emissões de carbono que faça retomar o equilíbrio ambiental. E tudo parece indicar que a fórmula funciona. A Carélia do Norte, na zona oriental do país, tem-se revelado uma incubadora de projetos tão ambiciosos que vão além da própria linha nacional traçada para a redução das emissões de CO2 – responsáveis pelo aquecimento do planeta.

Na região encontra-se uma rede de supermercados que é por si só um exemplo de autossustentabilidade: pertence a uma cooperativa de produtores agrícolas que assim escoam os seus produtos regionalmente. Esta cadeia de distribuição é agora também notada por ter forrado os tetos das superfícies comerciais com painéis solares que já produzem 20% de toda a energia anual consumida pelos supermercados.

Outro exemplo de como aproveitar o que a natureza dá é através da floresta que cobre grande parte do país. A madeira, que foi sempre uma fonte de sustento para a economia da Finlândia, está agora a servir centrais térmicas, em substituição dos combustíveis fósseis e é também utilizada na construção, de forma cada vez mais predominante. Por exemplo, em edifícios de dezenas de andares onde o betão tem apenas lugar nas fundações.

Ficha Técnica

  • Título: De Lisboa a Estocolmo - episódio 8
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Raquel Morão Lopes / Pedro Miguel Gomes
  • Produção: RTP
  • Ano: 2021

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui